Transexual Brasileira: Sai do Livro

 Após superar preconceito e se tornar a primeira youtuber transexual brasileira de sucesso, aos 27 anos de idade, a gaúcha Amanda Guimarães, de Gravataí - município do Rio Grande do Sul, sai do livro. Saiba mais a seguir!

 Em Hong Kong - região administrativa da China, Amanda mora num apartamento em companhia de seus bichinhos de estimação - um porquinho-da-índia, um coelho e uma tartaruga.
 O seu horário de trabalho é do meio dia às 17h, em um restaurante de um amigo, onde trabalha como garçonete. Nas horas livres, ela se transforma em Mandy Candy, uma das mais comentadas youtubers do momento, uma vez que possui mais de 300 mil seguidores. Em seus vídeos ela revela fatos de sua vida.

Sai do Livro
 Além dos vídeos no Youtube, Amanda sai do livro, quando resolve mostrar a sua vida em Meu Nome é Amanda (Fábrica 231, da Ed. Rocco), uma das obras de destaque da 24ª edição da Bienal Internacional do Livro, que terminou no último domingo, dia 4 de setembro de 2016, em São Paulo.
 "Se não fosse pela minha família, talvez eu tivesse caído na prostituição ou algo pior. Não passei nem 1% do perrengue que os outros transexuais passam. Minha mãe nunca me virou as costas ou me expulsou de casa", disse Amanda.

Comentários

Postagens mais visitadas